Retornar a Santa Maria é sempre uma oportunidade muito boa de rever os amigos e no Grito Rock 2011 não foi diferente. Logo ao chegar, na quinta-feira 10, fui à casa dos meus anfitriões, Jef Bernardo e Cacau. Conversa de montão, alguns petiscos e uma passagem de som no Macondo Lugar às 21:00 horas deram o tom do início da noite. Logo depois nos dirigirmos ao Moto Garage Bar para o show da Rinocerontes que estava “nos cascos”, como sempre, e fez a alegria do público. O guitarrista Paulinho Noronha, uma simpatia, fez questão de saudar os amigos do Coletivo Cardume (de Florianópolis) e do Movimento Soma.

Foto: Marcelo Cabala

Hora de retornar ao Macondo para o show da Efervescentes, que tocou pela primeira vez na cidade. A gurizada encheu o lugar de acordes do bom e velho rock’n’roll e entremearam as músicas por um papo bacana com os presentes. Após o show fiz a performance “Rock The Scream” manipulando áudio e vídeo ao vivo, uma sequência maliciosa de provocações estéticas e exquisitices sonoras. Depois disso mais papo, algumas cervejinhas e – é claro – dormir porque senão é dureza…

Foto: Nathália Schneider

Na sexta-feira ao meio-dia estivemos, eu e Atílio Alencar, na TV Santa Maria para falar do Grito Rock, de coletivos e de Fora do Eixo, entre outras coisas. Almoçamos na sede do Coletivo Macondo e ficamos um bom tempo batendo papo com os muitos “macondos” e “cardumes” que por lá estavam. Depois, montagem da vídeo instalação VVV, do Núcleo Visceral de Imagens Técnicas, na Sala Dobradiça. Um descansinho, alguns sushis e sashimis e mais rock na veia, desta vez com as bandas Marujo Cogumelo (Chapecó, SC), Tapete Persa (Porto Alegre, RS) e Chá das Cinco (Santa Cruz do Sul, RS). Final de noite com cervejinhas, conversas, novos amigos e até um X podrão para matar a larica que ameaçava nem deixar dormir.

Sábado foi dia de churrasco com Jef e Cacau, entrevero com secador de cabelo para acender o fogo, muito papo bacana e uma sensação gostosa de que temos muitas coisas ainda para fazermos juntos, o que me dá certeza de retornar em breve. Como estou teclando estas linhas no ônibus a caminho de Porto Alegre perderei os shows de Ventores (Santa Maria, RS), Brazilian Cajuns (Londrina, PR) e Os Vespas (Cachoeirinha, RS).

Macondo Coletivo deu aula de organização e competência, apresentando uma produção impecável.

Anúncios

Sobre Macondo Coletivo

Associação de Produtores Independentes Macondo Coletivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s