O cenário é perfeito. No dia 14 de janeiro de 2011, sexta-feira, a peça Coquitail Espoleta, pocket show da Cia Teatro de Bolso, núcleo teatral do Macondo Coletivo,  estrelado pelos clowns Julieta (Cláudia Schulz) e Pandoíra (Vanessa Giovanella), esteve na cidade litorânea de Torres/RS.Conhecida pelas formações rochosas que se estendem à beira-mar e que se parecem com torreões, este trecho urbanizado de litoral é subdividido em várias praias.

Julieta e Pandoíra, já são bem conhecidas em Santa Maria e região e em outras cidades do estado, porém, faltava que elas se apresentassem em algumas cidades. Torres era uma delas. As meninas se apresentaram em meio a rochas, sol, clima quente e descontraído, aproveitando o grande contingente de veranistas que se deslocam a essa praia ou “playa”, como diria Julieta.

O público era formado por casais de todas as idades e é claro que não poderia faltar os mais alterados (as), que beberam as maravilhas alcoólicas que são oferecidas na praia e acabaram atuando junto às atrizes.

Julieta e Pandoíra, como sempre, conseguiram se sair muito bem em situações embaraçosas, não deixando a apresentação ficar monótona e conquistando transeuntes que passavam, saíam das águas do mar, ou iam fazer compras. As palhaças conquistaram a todos e o público ficou no local até o fim da peça apesar da leve chuva.

A ida do Coquitail Espoleta até Torres foi a convite do Projeto Casa de Verão Band e SESC / RS . Os espetáculos que chegam até Torres são escolhidos por uma comissão que avalia os destaques de 2010 do SESC RS (música, teatro, dança e diversas outras manifestações artísticas).

Segundo Alexandre Porcati , Coordenador de Cultura e Turismo do SESC Torres, a escolha do Coquitail Espoleta se deve muito a ele ser uma apresentação intimista e interativa. Por ter uma boa proximidade com o público, ele é um dos mais adequados para ser apresentado no litoral.

Alexandre destaca ainda que a união com as Companhias de Teatro é muito importante pela valorização do trabalho, qualificação dos profissionais e também pela questão técnica, da desenvoltura, principalmente no teatro de rua, no qual a interação com o público deve ser maior. Isso vem ao encontro de que o público aceita e é o que o SESC precisa para levar projetos e seguir dando certo no litoral.

O SESC quer cada vez mais valorizar e qualificar o teatro independente gaúcho e dar um bom suporte aos profissionais. Fica aqui o agradecimento da Cia Teatro de Bolso a Alexandre e a toda a recepção e bom tratamento em nossa estadia em Torres.

Lembrando que voltamos com o Coquitail Espoleta a Torres no dia 10/02, novamente a convite do projeto. Avisem seus amigos e ajude a fortalecer o teatro independente e fazer com que esse projeto continue por muitos anos.

mais fotos aqui : http://acessa.me/apky

Texto e Fotos : Marcelo Cabala

Revisão: Igor Müller e Bianca Riet Villanova

Anúncios

Sobre Macondo Coletivo

Associação de Produtores Independentes Macondo Coletivo.

Uma resposta »

  1. Luise Scherer disse:

    Mais informações sobre essa apresentação do Coquetail Espoleta no Blog da Cia Teatro de Bolso!

    http://ciateatrodebolso.blogspot.com/2011/01/que-folga-heim.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s